É por meio da pesquisa clínica que novos medicamentos podem ser descobertos e, assim, garantir que eles funcionem e que sejam seguros.

O que é Pesquisa Clínica?

A pesquisa clínica faz o estudo e a investigação de novos medicamentos antes de serem colocados à venda nas prateleiras das farmácias. Os estudos, realizados com humanos, medem os parâmetros de eficácia e segurança de novos medicamentos, e é fundamental para a chegada de novas alternativas terapêuticas no mercado.

Para garantir a segurança e bem-estar do paciente voluntário, a pesquisa clínica deve seguir um protocolo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Comitê Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Se os ensaios clínicos não comprovarem a segurança e eficácia do medicamento, ele não será colocado à venda.

Existe Risco?

Qualquer tratamento médico pode ter risco. Por isso, o paciente voluntário terá todas as informações sobre a pesquisa, seus benefícios e possíveis efeitos colaterais. O médico investigador dará todo o suporte durante todo o processo, fazendo junto com o paciente a vigilância de possíveis efeitos adversos do tratamento.

É importante ressaltar que o voluntário de pesquisa não é cobaia humana. A participação na pesquisa só acontece com o total consentimento do paciente, e há direitos e deveres a serem cumpridos, tanto pelo investigador quanto pelo voluntário.

BIGcd30c056c6f96406b2e354a7579660f3.png
casal idoso

Tenho que Pagar?

Não, você não paga nada para participar de uma pesquisa clínica. Os custos dos procedimentos, do novo remédio, bem como o deslocamento do paciente, estão cobertos pelo centro de pesquisa.

 

A participação do paciente é totalmente voluntária, e ele terá o direito de desistir a qualquer momento.

Direitos

O paciente voluntário de pesquisa clínica tem direitos e deveres. É importante que o médico esclareça que o medicamento que está sendo desenvolvido pode ou não ter benefícios.

Para que o estudo dos novos medicamentos seja iniciado, existem os Comitês de Ética em Pesquisa (CEP), a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que avaliam, autorizam e acompanham todos os processos de uma pesquisa em todos os locais em que ela ocorre. O paciente pode ter acesso a todos os protocolos utilizados e, assim, se sentir mais seguro em relação ao estudo.

BIGd262f0ba4874302ab8be4d3f7b7b9146.png
MEDd938053ef8188166a49e1df0a7518b18.png

Deveres

O paciente voluntário também tem os deveres que devem ser cumpridos à risca para que o estudo obtenha resultados satisfatórios:

 - passar o histórico de saúde ao médico;

 - tomar todas as medicações prescritas corretamente;

 - informar ao médico sobre qualquer problema ou intercorrência enquanto estiver participando da pesquisa;

 - comparecer a todas as consultas agendadas.

Dúvidas

Assim que o paciente aceita participar da pesquisa, ele passa a ter todos os contatos do médico e da equipe de pesquisa, 24h por dia, 7 dias por semana.

Além disso, ele também pode entrar em contato, a qualquer momento, com o Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) e a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), em caso de dúvida ética. Também pode fazer contato com a Anvisa, que garante as condições sanitárias das instalações em que as pesquisas ocorrem.

BIGe03683b91c403a3db92ac7f5e54fe1a7.png